Memorial do Legislativo de Esteio

Confira aqui quem são as pessoas que marcaram a história da cidade e dão nomes a dependências da Câmara.

O prédio da Câmara e várias salas recebem nomes de personalidades que marcaram a história de nossa cidade. Confira abaixo quem são eles, quais salas foram nomeadas e um perfil biográfico dos homenageados:

 

Prédio Monsenhor Geraldo Penteado de Queiroz

Paulista de Campinas, caçula de nove irmãos, nascido em 11 de novembro de 1913, foi ordenado padre aos 23 anos. Mudou-se para Esteio em janeiro de 1939, quando assumiu a direção do Seminário Clareteano. Mais tarde, teve papel de destaque no movimento de emancipação do Município e participou da comissão que fundou o Hospital São Camilo.

Memorial 1.JPG


Sala de Sessões Luiz Alberto Frainer – plenário da Câmara – térreo

Nascido em Guaporé, em 22 de novembro de 1906, foi líder emancipacionista e primeiro prefeito de Esteio, cargo que ocupou de 1955 a 1959. A partir do final dos anos 20 do século passado, dedicou-se à exploração comercial de cinemas, inicialmente de maneira itinerante, com o primo Agostinho Frainer, tendo percorrido várias localidades gaúchas e catarinenses. Veio a nossa cidade em 1942, quando inaugurou o Cine Teatro Imperial, estabelecimento que chegou a abrigar a Prefeitura, logo após o Município tornar-se independente de São Leopoldo. Também foi presidente do Clube Aliança e da unidade local do Rotary International, além de ter participado da criação do Hospital São Camilo. Faleceu em 9 de setembro de 2009, aos 102 anos, em Tramandaí.

Memorial 3.JPG


Sala de Comissões Marília Terezinha Dias – primeiro andar

Eleita em 3 de outubro de 2000, foi vereadora de nosso Município entre 2001 e 2004. Durante o mandato, fez parte da Comissão de Educação, Cultura e Desporto, a qual presidiu em 2001. Já em 2003, também fez parte da Comissão de Avaliação – Seminário Claretiano.

Memorial 4.JPG


Sala de Comissões Sérgio da Silva Daitx – segundo andar

Fez parte do grupo musical Família Serginho Show, por quatro décadas. Presidente da Câmara em 1993, foi eleito vereador por duas vezes, nas eleições de 1988 e 1992, e integrou as comissões permanentes desta Casa.

Memorial 5.JPG 


Sala Carlos Helfensteller – Direção-Administrativa – segundo andar

Empresário, nascido em Gravataí, mudou-se com a família para Esteio, em 1941, quando era adolescente. Foi fundador do Grupo São Carlos, empresa do ramo da refrigeração, que tem matriz no Município e, em 2019, operava em 12 Estados.

Memorial 6.JPG

 

Sala Cláudio Storck – setor de Comunicação Social – segundo andar

Jornalista formado pela PUCRS, foi vereador por duas legislaturas na década de 70 e Cidadão Benemérito de Esteio. Trabalhou em diversos jornais e rádios da cidade e região. Foi vice-presidente da Associação Comercial, Industrial de Esteio (Acise), diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Esteio (CDL), e governador do Distrito LD2 do Lions Club.

Memorial 7.JPG

 

Sala Dr. Otto Fulber – setor de Assessoria Jurídica – no segundo andar

Advogado, formou-se pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1965 e começou a atuar profissionalmente, em Esteio, no mesmo ano. Trabalhou em nossa cidade por mais de cinco décadas.

Memorial 8.JPG

 

Sala Enoir Doglas Favero – Secretaria/Direção Legislativa – segundo andar

Advogado, foi vereador de Esteio por quatro vezes, nas eleições de 1959, 1963, 1976 e 1982. Exerceu o cargo de presidente da Câmara em 1961, 1966-1968 e 1977/1978, além de ter integrado as comissões permanentes da Casa Legislativa.

Memorial 9.JPG 


Sala Menotti Cataldo – Direção-Geral – segundo andar

Engenheiro, paulistano e filho de italianos, veio morar em Esteio aos 17 anos de idade. Trouxe para a cidade a empresa que havia fundado com o pai, em Porto Alegre. Inicialmente chamada de Fábrica de Tecidos de Esteio, a Companhia Têxtil Nacional operou em nosso Município por 25 anos e chegou a empregar 120 pessoas simultaneamente.

Memorial 10.JPG


Sala Vilma Köhler de Araújo – setor Financeiro/Recursos Humanos – segundo andar

Professora do Colégio Adventista desde 1940, fixou-se na cidade, definitivamente, três anos depois. Na mesma época, começou a lecionar na rede municipal de ensino, tendo passado por várias instituições educacionais como as EMEBs Edwiges Fogaça e Vitorina Fabre. Aposentou-se em 1967. 

Memorial 11.JPG

 

Espaço Digital Zoé Vieira Gomes Magnante – terceiro andar

Catarinense, mudou-se para o Rio Grande do Sul, ainda criança, em 1930. Tornou-se professora da rede estadual a partir de 1941 e, em Esteio, foi diretora da EEEM Bernardo Vieira de Mello, por 12 anos. Dirigiu o ensino municipal durante as gestões de Luiz Alécio Frainer e Galvany Dornelles Guedes. Também atuou como oficial de gabinete em dois dos três mandatos de Clodovino Soares.

Memorial 12.JPG


Sala Senador Alberto Pasqualini – localizada nos fundos do plenário, no térreo

Nascido em Júlio de Castilhos, em 23 de setembro de 1901, foi professor de direito e senador entre 1950 e 1956. Faleceu em 3 de junho de 1960, no Rio de Janeiro.

Memorial 13.JPG